Motorola abandona seus ‘lapdocks’ e diz que ideia, hoje, é redundante | Notícias

Motorola abandona seus ‘lapdocks’ e diz que ideia, hoje, é redundante | Notícias


A Motorola confirmou nesta semana que não dará mais suporte aos “webtops”, famoso pela linha Atrix de smartphones. O recurso ampliava a tela do smartphone para que rodasse em telas maiores, em docks como o Lapdock, também desenvolvido pela empresa. De acordo com a fabricante, o encerramento foi anunciado por conta da pouca adesão dos consumidores.

Vendas tímidas desencorajam o desenvolvimento do recurso Webtop e do Lapdock da Motorola (Foto: Reprodução)Vendas tímidas desencorajam o desenvolvimento do recurso Webtop e do Lapdock da Motorola (Foto: Reprodução)


Apresentado em 2011, o recurso prometia toda a experiência de uso de um notebook comum em um smartphone. A ideia apoiava o marketing do Motorola Atrix, lançado naquela época como o “smartphone mais poderoso do mundo”. Hoje, a empresa admite abandonar a criação em virtude da pouca empolgação do consumidor, que não investiu no acessório que, além de não funcionar sozinho, ainda vinha com algumas limitações técnicas.


No comunicado da Motorola há, também, o reconhecimento da redundância do Webtop nas atuais versões do Android. Smartphones com telas maiores, tablets mais desenvolvidos, sistemas com recursos mais bem acabados e a adoção de ferramentas típicas dos desktops desencorajam o investimento no desenvolvimento do recurso. Para comparar melhor a situação, basta considerar que o Lapdock da Motorola custa cerca de US$ 500, e por US$ 400 você pode investir em um tablet Asus Transformer, mais portátil e com suporte descomplicado ao uso de teclados físico (justamente um dos grande apelo do tablet sul-coreano).

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!


Via The Verge

Fonte

BpnGQtDrqJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *