Malwares começam a infectar Android por spam, sem aplicativos | Notícias

Malwares começam a infectar Android por spam, sem aplicativos | Notícias


Não bastasse os aplicativos maliciosos, os usuários do Android agora tem mais uma fonte de ameaças para se preocupar: os SPAMs. De acordo com o Relatório de Ameaças Móveis do laboratório da F-Secure, o número de malwares para o sistema operacional do Google cresceu 49% no primeiro trimestre de 2013. No período, ocorreu a primeira distribuição de malwares para Android via spam de e-mail, além de fraude sobre pagamentos

Android é o sistema operacional móvel mais atacado por vírus (Foto: Reprodução) (Foto: Android é o sistema operacional móvel mais atacado por vírus (Foto: Reprodução))Android é o sistema operacional móvel mais atacado por vírus (Foto: Reprodução)


Anteriormente, acreditava-se que boa parte dos conteúdos maliciosos se dava pelos aplicativos falsos e contaminados hospedados no Google Play. Esta pesquisa, porém, mostrou que há muitas novas formas de vírus para enganar os usuários que utilizam a plataforma móvel do Google.


“O número de novas famílias de ameaças móveis e suas variáveis apresentou crescimento de 49% em comparação com o trimestre anterior. Os números do primeiro trimestre de 2013 mais que dobraram em relação ao mesmo período de 2012, quando 61 novas famílias foram descobertas”, diz uma nota da empresa enviada à imprensa.


Entre as novas ameaças está um cavalo de tróia chamado Stels, que começou a ser distribuído por e-mails falsos da Receita Federal norte-americana. O malware rouba informações do dispositivo e as utiliza para realizar ligações para números premium. Além disso, registrou-se ataques feitos por mensagens com supostos cupons de desconto. As novas técnicas para contaminação do Android são motivo de preocupação, afirma Sean Sullivan, Consultor de Segurança dos laboratórios da F-Secure.

O que você gostaria de ver no Android? Opine no Fórum do TechTudo!


“Imagine o seguinte: até então eu não tinha motivos para me preocupar com o Android da minha mãe, porque ela simplesmente não utiliza aplicativos. Agora, eu tenho um motivo para ficar atento porque, com casos como o Stels, o malware para Android também está sendo distribuído via spam, e minha mãe acessa o seu e-mail pelo telefone”, destacou.

Fonte

BpnGQtDrqJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *