Bancos bloqueiam compras na PSN, Google Play e outras lojas virtuais | Notícias

Bancos bloqueiam compras na PSN, Google Play e outras lojas virtuais | Notícias


Os bancos brasileiros já estão colocando em prática o bloqueio a compras de apps e jogos. Operações online em dólares convertidos em reais estão sendo recusadas no ato da transação. Nesta quinta-feira (3), o TechTudo tentou realizar a aquisição de um aplicativo no Google Play, loja de apps do Android, e foi bloqueado pelo Itaú.

Itaú bloqueou compra (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)Itaú bloqueou compra (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)


Ao tentar realizar a compra, o Google Play emitiu uma mensagem de erro dizendo que o cartão não foi autorizado, sem explicar o motivo. Entretanto, em seguida o banco mandou uma mensagem de texto comunicando que a operação não foi feita por conta da conversão automática da moeda, e orientando a repetir a ação com o valor em dólares.


O caso é simples: algumas instituições financeiras estão bloqueando, desde o último dia 30 de setembro, a conversão imediata para reais em compras estrangeiras. As operações só serão aceitas caso concluídas na moeda do país onde foram realizadas, impedindo que o usuário ache que esteja pagando em reais e tenha que pagar IOF pela transação internacional.


Com isso, os usuários só saberão a cotação exata e o valor da compra em reais na data de fechamento da fatura. Até então, essa conversão automática imediata, usada em uma série de serviços online, como o Google Play e a Playstation Network, por exemplo, podia prevenir o consumidor da variação.


A própria PSN já tem um aviso, quando o usuário abre a Playstation Store brasileira, em que o caso é explicado. No Google Play não há nenhum tipo de alerta. Entre os bancos, Itaú, Bradesco e Santander já confirmaram que adotarão o bloqueio para evitar que as compras com conversão automática sejam realizadas.


Diversas operadoras de cartões, como Visa e Mastercard, já divulgaram comunicados sobre o assunto e informaram que é possível alterar o tipo de cobrança. Caso o façam, os clientes terão que arcar com possíveis variações cambiais entre o período do dia da compra e o fechamento da fatura, o que pode ser bom (se ele cair) ou ruim (se subir).

Compras pelo PayPal podem contornar problema


Uma alternativa para efetuar tais compras é utilizar sites de pagamentos como o PayPal. Algumas lojas virtuais afetadas aceitam o serviço, que oferece a opção de realizar a transação na moeda utilizada pela loja. Testamos este método na compra de um aplicativo na Play Store e todo o processo foi concluído sem problemas.

Fonte

BpnGQtDrqJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *